top of page
Buscar
  • Foto do escritorVanucci

BARU: Um Superfood direto das MG é apresentado na Feira de Produtos Naturais Expo West 2023

A VANUCCI vivenciou uma experiência incrível durante a 40ª edição da Natural Products Expo West, que aconteceu no Pennsylvania Convention Center, na Philadelphia-USA entre os dias 21 e 23 de setembro em conjunto com a feira Biofach America.



O Pavilhão Brasil, fruto da parceria entre o #MAPA, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (#Apex-Brasil) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (#MDA) destacou além do #Baru a castanha de caju, leite de coco e mel.


Entre stands e corredores

Ao percorrer os corredores da feira, pudemos perceber o crescimento das empresas com seus produtos inspirados na cultura (trazendo a autenticidade e sabedoria tradicional), os alimentos veganos inovadores nas categorias de queijo, manteiga e frutos do mar, os produtos voltados para saúde feminina e o movimento denominado de “#Skinimalism” que significa sustentabilidade e fórmulas simples nos itens essenciais para lavanderia e cuidado com o corpo e cabelo, reduzindo ou eliminando água desnecessária na formulação, embalagens excessivas e ingredientes desnecessários.


Produtos com certificações orgânicas

Quanto a certificação orgânica do USDA, que aborda uma diversidade de fatores, desde a saúde do solo ao bem-estar animal e ao uso de fertilizantes, percebeu-se que as atenções agora, estão voltadas para a agricultura regenerativa além da orgânica, que incorpora uma vasta gama de práticas agrícolas que apoiam os objetivos de sustentabilidade.


Visão sobre o mercado de produtos Naturais em 2030

Entre as falas, as que mais chamaram a atenção durante o painel, foi da Carlotta Mast, vice-presidente sênior da New Hope Network e de Nick McCoy, que trouxeram informações sobre o tamanho do mercado de produtos naturais norte americano, em cerca de US$ 300 bilhões e do Michiel Bakker, vice-presidente de Programas Globais de Local de Trabalho do #Google.


Para Bakker, o Google “adoraria ver um mundo em que fosse possível alimentar e nutrir de forma sustentável toda a humanidade até 2050”. Para isso, a empresa se concentra em 4 (quatro) áreas principais:

  1. Tornar a informação do sistema alimentar universalmente acessível a todos

  2. Permitir que os indivíduos possam fazer escolhas alimentares com informação relevante para a equidade

  3. Ajudar na mudança das dietas para opções mais sustentáveis ​​e nutritivas

  4. Tornar os sistemas alimentares mais resilientes.



8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page